Redhot & Blue

Redhot & Blue, coral da universidade de Yale, se apresenta pela primeira vez em BH

Grupo formado por jovens de diversos países apresenta o melhor do jazz à capela; o mineiro Eduardo Leal é o único brasileiro que integra o coral

15/05/2019 18h13Atualizado há 2 meses
Por: Redação
Fonte: Assessoria de Comunicação
Foto: Divulgação /Imprensa
Foto: Divulgação /Imprensa

Em turnê exclusiva pelo Brasil, o coral Redhot & Blue da Yale University, nos Estados Unidos, fará apresentação única na capital mineira no próximo dia 24 de maio, sexta-feira, no teatro do Colégio e Faculdade Arnaldo, no bairro Funcionários. O grupo desembarca no Brasil no início do mês para uma turnê por espaços culturais e instituições educacionais. O coral já tem apresentações agendadas em São Paulo e, logo em seguida, em Belo Horizonte.

Com um repertório baseado no jazz, mas que se expandiu para incluir uma variedade de estilos musicais (como R&B e bossa nova), o grupo criado em 1977 canta à capela, expressão de origem italiana – a cappella –que designa a música vocal sem acompanhamento instrumental. Um dos integrantes do grupo é o tenor belo-horizontino Eduardo Leal, que além de estudante de Engenharia Química em Yale, também é co-presidente da associação de brasileiros da universidade, o Brazil Club at Yale. "É uma honra retornar à minha cidade natal acompanhado de um grupo de pessoas tão queridas e talentosas. A tradição a cappella, embora muito forte nos Estados Unidos, não é comum no Brasil. Vejo a turnê do Redhot & Blue como uma oportunidade de compartilhar nossa paixão pelo jazz a cappella com a população brasileira e incentivar jovens do país a se envolverem com novas formas criativas de fazer música", afirma o único brasileiro do grupo.

Fly Me to the Moon, de Frank Sinatra; Fever, de Peggy Lee; Halo e Pray You Catch Me, de Beyoncé; Chega de Saudade e Garota de Ipanema, de Tom Jobim fazem parte da apresentação.

Além do brasileiro, o coral Redhot & Blue possui 17 integrantes – a maioria é americana, mas há também uma palestina-israelense e uma trinitária. "Todos os membros do grupo estão bastante animados para conhecer minha terra natal. Todos sabem que o Brasil é um país muito bonito e estão muito curiosos para visitar os locais onde eu cresci", declara Leal.

A universidade de Yale* começou a aprovar mulheres em 1969, e poucos anos mais tarde, em 1977, as fundadoras Shelley Lotter e Leslie Lipton reuniram algumas das melhores vozes que o campus tinha a oferecer para assim formar o primeiro coral misto a cappellade Yale, Redhot & Blue. O grupo recebeu o mesmo nome de um musical composto por Cole Porter, um dos mais célebres ex-alunos da universidade e, desde então, seus membros já gravaram 15 álbuns em estúdio e realizaram dezenas de turnês nacionais e internacionais, sempre honrando a tradição de camaradagem, fraternidade estudantil e excelência musical.

 

Redhot & Blue of Yale: uma noite de jazz

Data: 24 de maio, sexta-feira

Horário: 20h

Local: Teatro Faculdade Arnaldo (Rua Timbiras, 560, Funcionários)

Atrações: Redhot & Blue Of Yale

Ingressos: R$ 25,00

Vendas: http://bit.ly/RedHotBlueBH

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Salvador - BA
Atualizado às 19h30
24°
Nuvens esparsas Máxima: 27° - Mínima: 22°
24°

Sensação

22 km/h

Vento

83%

Umidade

Fonte: Climatempo
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas