Dorzee Financeira
BJJ
Bronze no Pan, Luis Marques busca melhor colocação no Brasileiro: "A expectativa é grande"
Lutador também cobrou premiação para os atletas da categoria master: "Tem que existir"
28/04/2019 19h14
Por: Abílio José dos Santos Silva
Fonte: Try Midia
Luis Marques
Luis Marques

Luis MarquesFaixa-preta com inúmeros títulos no currículo, Luis Marques, também conhecido como "Luisão" no circuito nacional de Jiu-Jitsu vai em busca de mais um ouro na carreira. Bronze na edição do Pan desse ano, o lutador que até então detinha o bicampeonato da competição está focado no Campeonato Brasileiro da CBJJ, evento que acontece entre os dias 29 de abril e 5 de maio na cidade de Barueri, São Paulo.

– A expectativa para o Brasileiro é grande, não ia lutar, mas como o resultado não foi tão positivo no Pan acabei optando por lutar. Estou me preparando bem, focado, treinando bastante, voltei a fazer a parte física que não estava fazendo, a expectativa é muito boa – declarou o lutador.

Aos 36 anos, o faixa-preta da LR Extreme soma no currículo o tricampeonato Brasileiro e tetra do Sul-Americano, além do bicampeonato do Pan já citado. Vencedor do BJJ Star no ano passado, o lutador já foi Top 3 do Ranking Master 1 da IBJJF, atualmente o lutador ostenta o décimo quarto lugar. Questionado sobre os erros que o fizeram perder o ouro no Pan desse ano, Luis analisou sua performance no torneio: 

– Geralmente eu viajo no domingo, pra chegar na segunda e lutar no sábado, aí tenho 6 dias de adaptação com o fuso, e o clima que é um pouco seco. Dessa vez eu troquei, acabei chegando na quinta pra lutar no sábado, isso me prejudicou de certa forma, não tirando o mérito do meu adversário, mas isso acabou me fazendo lutar mal, me senti muito cansado, o ar estava muito seco, e acabei não lutando como gostaria. 

Atleta da divisão dos meio-pesados. o cearense é faixa-preta do respeitado mestre André Motoca, atualmente treinador em Abu Dhabi.  Campeão de diversos torneios como Master, categoria que comporta atletas com 30 anos ou mais, Luis espera uma maior valorização dessa classe. Com uma premiação avantajada para os lutadores da categoria adulto com até 10 mil reais em dinheiro, Luis espera que os lutadores da categoria master sejam melhor valorizados no futuro:

– Acredito que deveria sim ser valorizado, estamos vendo que a Confederação está dando preferência para a categoria adulto no Brasileiro, Mundial e ano que vem o Pan também. O master hoje move o mercado do Jiu-Jitsu até mais que a categoria adulto, a gente vê um campeonato Master como o de Vegas, com 5, 6 mil atletas inscritos, já o Brasileiro com 7 mil, o número maior de todas as categorias são na categoria master, azul adulto juvenil, e adulto. Como na preta adulto não temos uma grande quantidade de atletas, os lutadores da categoria master acabam "pagando" o evento, sendo assim merecem ser valorizados, mesmo que com uma premiação menor, mas tem que existir – finalizou Luis Marques.

O Campeonato Brasileiro da IBJJF acontece entre os dias 29 de abril e 5 de maio na cidade de Barueri, região metropolitana de São Paulo e deve reunir alguns dos melhores atletas do país na arte suave.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.