FLIU

“Povos tradicionais: Resistências e Diversidades” é título da quinta mesa de FLIU

Diversidade, respeito e valorização de diferentes etnias são foco do debate

07/11/2019 15h01
Por: Redação
Fonte: Assessoria de imprensa
 Reprodução / Imprensa
Reprodução / Imprensa

Na sexta-feira (15), às 16h, a FLIU trará para o debate os convidados Daniel Munduruku Pola Ribeiro. Com mediação de Cícero Felix, a mesa intitulada “Povos tradicionais: Resistências e Diversidades” trará para a discussão a diversidade, reconhecimento e valorizar a contribuição de diferentes etnias na constituição da identidade cultural brasileira.


“A aceitação da cultura do outro não significa aniquilar a própria individualidade, mas conviver de forma harmônica com o outro, interrompendo o ciclo de preconceito e exclusão, responsável pela desigualdade sócio-econômica presente em nossa sociedade”, explica o curador da Festa Literária de Uauá, Maviael Melo, sobre a escolha do tema.


Escritor indígena, graduado em Filosofia, licenciatura em História e Psicologia, e doutor em Educação e pós-doutor em Literatura, Daniel Munduruku, é conhecido mundialmente por seus mais de 50 livros para crianças, jovens e educadores, além de ter recebido diversos prêmios no Brasil e Exterior entre eles o Prêmio Jabuti, Prêmio da Academia Brasileira de Letras e o Prêmio Tolerância (outorgado pela UNESCO). 


Para compor a mesa, o jornalista cineasta e produtor, Pola Ribeiro, responsável pela produção de u cincos filmes, dentre eles, Por Exemplo, (1977), que foi premiado no 5º Festival Brasileiro de Curta Metragem Jornal do Brasil/Shell. Em 2011, lançou o drama Jardim das Folhas Sagradas, que trata sobre preconceito e intolerância racial. A mediação do encontro fica sob a responsabilidade do jornalista poeta Cícero Félix.


Fliu é uma realização da Uauá projetos criativos e da Prefeitura de Uauá, idealizada por Mercia Beatriz com coordenação e produção de Ellen Ferreira, Lorena Ribeiro e Antônio Nikiel, com curadoria de Maviael Melo.


O evento tem patrocínio do Governo do Estado da Bahia, por meio da Secretaria de Turismo/Bahiatursa, Secretaria de Desenvolvimento Rural/CAR, Secretaria de Educação e da Secretaria de Cultura/Fundação Pedro Calmon, além do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado da Bahia (APLB), Cooperativa Agropecuária Familiar de Canudos, Uauá e Curaçá (COOPERCUC) e do Instituto Regional da Pequena Agropecuária Apropriada (IRPAA).

 

Serviço:

O que: FLIU – Festa Literária de Uauá
Onde: Uauá, no Sertão Baiano
Quando: 14, 15 e 16 de novembro de 2019

Programação
Sexta - feira (15/11)
9h - Abertura Cultural
9h30 - Mesa temática 2  "minha Poesia cabe na sua na sua melodia" 
11h - Mesa Temática 3   "poesia é pop"
14h - Jovens Comunicadores
14h30 - Mesa Temática 4 "A Literatura dos Pirilampos em forma de poesia, prosa e música"
16h - Mesa Temática 5 "povos tradicionais Resistências e diversidades" - Daniel Munduruku e Pola Ribeiro com mediação de Cícero Félix
18h - Espetáculo Lítero  Musical " O velho  homem rio" com Celo Costa
19h - Cortejo Baque Opará
Local: Colégio Estadual  Nossa Senhora Auxiliadora 
Aberto ao Público  

 

Para conhecer a FLIU:

https://www.instagram.com/fliuoficial/

https://www.facebook.com/Fliu- Festa literária de Uauá

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Blogs e colunas
Últimas notícias
Mais lidas