Domingo, 21 de Julho de 2024
23°

Parcialmente nublado

Salvador, BA

Geral #Viva Salvador:

Gestores municipais destacam atuação dos órgãos no 2 de Julho e importância da data

Cultura – O presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro, comemorou a participação cultural no evento: "Primeiramente, estou muito feliz, porque nós temos o sol nascente no 2 de Julho. Isso é sensacional, isso é muito bom.

02/07/2024 às 18h27
Por: Miquel Souzza Fonte: Assessoria de Comunicação.
Compartilhe:
Reprodução / Imprensa. - Bruno Concha/Secom PMS
Reprodução / Imprensa. - Bruno Concha/Secom PMS
A celebração do 2 de Julho em Salvador, que marca os 201 anos da Independência do Brasil na Bahia, conta com a participação ativa de diversas secretarias e diretorias municipais. Presentes no desfile, os gestores da Prefeitura de Salvador ressaltaram a atuação de suas respectivas áreas, promovendo um evento cívico organizado e seguro para a população.
 
Na área da saúde, por exemplo, Alexandre Reis, responsável pela Secretaria Municipal da Saúde (SMS), assegurou que a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) estão preparadas para prestar todo suporte necessário durante o evento. "Estamos com uma equipe completa e de prontidão. A nossa expectativa é grande para esse evento cívico e tão significativo para a nossa população baiana. Esperamos que tudo aconteça dentro da normalidade", contou.
 
O titular da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), Alexandre Tinoco, destacou a importância do evento e o empenho da pasta. "Mais um 2 de Julho, essa festa comemorativa da nossa Bahia, com uma expectativa muito boa. Mais um ano de entregas municipais, com várias obras investidas aqui na região e a Semop participando como sempre, ordenando, organizando, e trazendo mais conforto e segurança para quem vem prestigiar o desfile", declarou.
 
O diretor da Diretoria de Serviços de Iluminação Pública (Dsip), Ângelo Magalhães, garantiu a manutenção da iluminação pública para a segurança dos soteropolitanos e turistas: "Nesta data tão importante para a Bahia, e para o Brasil, já que aqui começou a Independência do Brasil, a diretoria vem fazendo as manutenções de toda a região. Fizemos um reforço para que possa estar tudo claro e iluminado no período da noite. São 40 agentes de prontidão para qualquer intercorrência que venha a ocorrer. Isso para garantir a melhor festa possível para os soteropolitanos que vêm reverenciar os nossos guerreiros da nossa Bahia"
 
Para Everaldo Freitas, coordenador de Fiscalização da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano (Sedur), o trabalho de combate à poluição visual tem sido imprescindível para o brilho do desfile. "Aqui, foram retiradas algumas faixas, que são proibidas por lei, fazendo essa varredura. Estamos trabalhando intensivamente desde domingo. Finalizamos os trabalhos nesta manhã e o saldo foi positivo. As pessoas também estão atendendo a necessidade da questão da poluição visual, principalmente, para preservar os patrimônios públicos, assim como os postes, as praças e as árvores. Isso é muito importante também para minimizar o risco para todas as pessoas que virem prestigiar essa grande festa", disse.
 
Titular da Secretaria Municipal de Promoção Social, Combate à Pobreza, Esportes e Lazer (Sempre), Júnior Magalhães ressaltou o trabalho social realizado pela pasta: "Essa data importante precisa ser registrada e comemorada. Uma das formas de a gente lembrar dos guerreiros e guerreiras da nossa independência é, com certeza, ajudando o nosso povo, especialmente o povo vulnerável. Esse é o papel que a Sempre tem feito com muita força, seja no combate à fome, seja na qualificação profissional, seja no acolhimento. Essa é a melhor forma de comemorar o 2 de Julho, é dando independência e apoiando o nosso povo".
 
O secretário da Secretaria Municipal de Articulação Comunitária e Prefeituras-Bairro, Luciano Sandes, enfatizou a importância histórica do evento. "Esse é um momento de celebração, um momento que nós baianos comemoramos uma data cívica muito importante. Na verdade, o 2 de Julho é o último passo definitivo para a Independência do Brasil, que se deu aqui na Bahia. E, por isso, nós baianos temos muito orgulho, além de que toda essa situação foi liderada por mulheres, como Maria Quitéria, Joana Angélica e Maria Felipa. Então, a gente tem um orgulho muito grande. Orgulho dos baianos, orgulho dessas mulheres baianas e o orgulho dessa data cívica", pontuou.
 
Conforme detalhou Virgílio Daltro, presidente da Companhia de Desenvolvimento Urbano (Desal), servidores seguirão prestando toda assistência necessária nos demais períodos da festa: "A orientação é que possamos cuidar de todo o trajeto do cortejo do 2 de Julho. Mas não iremos parar pela manhã, continuaremos tanto à tarde quanto à noite, dando essa assistência".
 
Segurança – O diretor de Segurança Urbana e Prevenção à Violência da Semop, Maurício Lima, destacou a preparação da Guarda Civil Municipal (GCM) para o evento. "A expectativa é de termos muita tranquilidade durante a comemoração da Independência da Bahia, essa data importante para o nosso estado e para a nossa cidade. A Guarda Civil Municipal está trabalhando com 90 guardas em todo o trecho e participando também das comemorações que vão acontecer na Praça do Campo Grande no período da tarde. A gente espera que tudo corra bem, e que seja um dia de festa. A GCM iniciou as suas operações no dia 2 de julho de 2008. Hoje, inclusive, ela está completando 15 anos de atuação em nossa cidade".
 
O diretor-geral da Defesa Civil de Salvador (Codesal), Sosthenes Macêdo, explicou as medidas preventivas adotadas. "Todas as equipes da Defesa Civil realizam uma série de vistorias em todo o circuito do nosso 2 de Julho. Dessa forma, as equipes de mapeamento das áreas de risco passam desde aqui da Lapinha até o Campo Grande, identificando qualquer possibilidade de intercorrência para as pessoas que vêm aproveitar os festejos”, ressaltou.
 
“O 2 de Julho é a nossa data magna, a data de maior comemoração da Independência do Brasil aqui na Bahia. A previsão de chuva que seria para hoje se antecipou para ontem, quando já tivemos essas pancadas. É possível que ainda encontremos pancadas de chuva durante o percurso, mas efetivamente a perspectiva é que tenhamos um 2 de Julho com muita tranquilidade, fazendo assim que seja mais um ano de sucesso nessa nossa caminhada", completou.
 
Acessibilidade – O secretário municipal de Mobilidade (Semob), Fabrizzio Miller, assegurou o reforço no transporte público para o evento. "Essa é uma festa muito consolidada. É uma festa histórica da nossa cidade, uma festa que a população que mora nos entornos do desfile já está acostumada com os impactos na área de mobilidade. E quem vem para prestigiar a festa já tem o transporte reforçado nas linhas que dão acesso à Liberdade e ao Campo Grande. A Transalvador também está operando no trânsito sem nenhum problema. Dar esse apoio é nossa prioridade para essa festa maravilhosa", garantiu.
 
O superintendente de Trânsito de Salvador (Transalvador), Décio Martins, atribuiu a fluidez do tráfego à grande operação montada pela equipe. “A Transalvador está aqui uma grande operação, com 32 barreiras, mais de 100 agentes envolvidos tanto na Lapinha, na Soledade, como em todo percurso, assim como no decorrer da tarde, na região do Campo Grande. Estamos com uma grande operação que a cada ano vamos aprimorando", explicou.
 
Cultura – O presidente da Fundação Gregório de Mattos (FGM), Fernando Guerreiro, comemorou a participação cultural no evento: "Primeiramente, estou muito feliz, porque nós temos o sol nascente no 2 de Julho. Isso é sensacional, isso é muito bom. Estamos com um amanhecer lindíssimo de sol, e a verdade é que tudo indica vai ser um desfile histórico maravilhoso. A rua já está lotada”.
 
“Vai ser um desfile quente, positivo, com os grupos desfilando democraticamente. Tudo está acontecendo bem. O Balé Folclórico da Bahia surpreendeu no Campo Grande, fez um espetáculo histórico. Ontem, a gente já teve o Cortejo Afro em Pirajá, que foi um sucesso. Tivemos a chegada da tocha. Tivemos o Te Deum. Enfim, as atrações não param. Hoje à noite, teremos o Encontro de Filarmônicas lá no Campo Grande, a partir das 17h, além de shows de Gerônimo, Mariene de Castro, assim como a Volta da Cabocla no dia 5 de julho", previu Guerreiro.
 
Pedro Tourinho, que comanda a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (Secult), mencionou o papel da prefeitura na valorização da cultura local: "A Prefeitura sempre faz seu trabalho focando muito na cultura de Salvador, nas manifestações culturais, históricas e tradicionais daqui. Então, o 2 de Julho é o maior retrato disso, onde a gente consegue juntar todo mundo em um cortejo, valorizando uma cultura, uma tradição de 201 anos".
 
Na mesma linha, Isaac Edington, presidente da Empresa Salvador Turismo (Saltur), citou a intensa programação cultural e esportiva durante e nos dias que antecederam o desfile. "Tem sido uma semana muito intensa. Tivemos um espetáculo fantástico realizado no Campo Grande, promovido pela Fundação Gregório de Mattos. Um projeto maravilhoso, com toda a nossa cultura sendo valorizada durante a semana. Tivemos uma programação extensa, espalhada pelos quatro cantos da cidade. Conseguimos também, pelo terceiro ano consecutivo, realizar outra Ultramaratona de Independência, que tem um viés diferente, promovendo esporte, saúde e qualidade de vida para os soteropolitanos”, afirmou.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.