Domingo, 21 de Julho de 2024
22°

Parcialmente nublado

Salvador, BA

Geral #Viva Salvador:

Prefeitura entrega mais 100 casas reformadas pelo Morar Melhor no Engenho Velho da Federação

Desde 2015, o Morar Melhor já reformou mais de 52 mil residências em 300 localidades da capital baiana. O objetivo, segundo o prefeito Bruno Reis, é requalificar mais 4 mil casas até o final deste ano, chegando a 56 mil, superando assim a meta inicial prevista no seu plano de governo, que era de alcançar 50 mil famílias.

28/06/2024 às 09h26
Por: Miquel Souzza Fonte: Assessoria de Comunicação.
Compartilhe:
Reprodução / Imprensa. - Betto Jr./ Secom
Reprodução / Imprensa. - Betto Jr./ Secom
O bairro do Engenho Velho da Federação teve mais 101 casas reformadas pelo programa Morar Melhor, o maior programa de melhoria habitacional do Brasil, realizado pela Prefeitura de Salvador. O prefeito Bruno Reis esteve na noite desta quinta-feira (27) na região para a entrega das residências, que vão proporcionar mais dignidade e qualidade de vida para famílias de baixa renda que viviam em condições precárias.
 
Essa é a terceira vez em que o Morar Melhor beneficia o Engenho Velho da Federação, que agora totaliza 452 casas reformadas. O objetivo do programa é realizar um conjunto de obras de requalificação de acordo com a escolha dos próprios moradores, num valor de até R$11 mil. Os serviços vão desde nova pintura e reboco até a reforma completa do telhado ou a criação de novos cômodos, como banheiro e área de serviço, além da troca de portas, janelas, pia, vaso sanitário e outros itens essenciais.
 
“Na quarta à noite eu estava no Bairro da Paz também com o Morar Melhor, hoje (quinta) de manhã em Praia Grande e agora aqui, com vocês no Engenho Velho da Federação. Onde a gente chega, em qualquer bairro, em qualquer localidade, a gente vê como esse programa é bem sucedido”, ressaltou o prefeito.
 
Bruno destacou que o Morar Melhor proporciona mais dignidade e melhor qualidade de vida para a população mais carente da cidade. "Eu sempre digo que não há nada mais sagrado para o ser humano do que a sua casa. É por isso que o Morar Melhor tem essa capacidade de transformar a vida das pessoas", acrescentou.
 
Uma das famílias beneficiadas no Engenho Velho da Federação foi a de Ana Mércia Santana, de 38 anos, nascida e criada na comunidade. Ela é mãe solo de três filhos - João Pedro, de 13 anos, Paulo Alexandre, de 7 anos, e Erick, de 11 meses. Segundo ela, a casa estava cheia de mofo por causa da pingueira de quando chovia e as crianças já estavam ficando doentes.
 
“Hoje me sinto muito feliz, porque se tornou para os meus filhos uma vida mais saudável. Antes, minha casa não tinha ventilação, hoje em dia tem. Molhava muito quando chovia, porque era telha antiga, hoje em dia tem telhado novo. Uma vez um pedaço da viga do telhado caiu em cima da gente no banheiro porque era muito antigo”, disse.
 
O Morar Melhor fez pintura e reboco da casa de Dona Ana Mércia, além de reformar todo o telhado, ter colocado janelas para melhorar a ventilação e ter trocado piso, vaso sanitário, pia, portas, entre outros serviços. “Não tem como não se emocionar, porque eu queria fazer reforma, mas o dinheiro não dava para nada. A chegada do programa na minha vida se tornou uma coisa maravilhosa. Só de saber que não vai mais alagar, não vai mofar, ninguém vai ficar doente”, comentou.
 
Desde 2015, o Morar Melhor já reformou mais de 52 mil residências em 300 localidades da capital baiana. O objetivo, segundo o prefeito Bruno Reis, é requalificar mais 4 mil casas até o final deste ano, chegando a 56 mil, superando assim a meta inicial prevista no seu plano de governo, que era de alcançar 50 mil famílias.
 
Critérios - O Morar Melhor segue critérios como precariedade dos bairros, baseado em dados do IBGE e na observação de campo; áreas com maior predominância de domicílios com alvenaria sem revestimento; com maior predominância de pessoas vivendo abaixo da linha da pobreza e com maior incidência de mulheres chefes de família, entre outros requisitos. Não são contemplados imóveis em situação de risco, imóveis de aluguel ou famílias que apresentem renda superior a três salários mínimos.
 
Entre os locais já beneficiados em 2024 estão Praia Grande, Bairro da Paz, Calabetão, Arenoso, Nova Constituinte, Ilha Amarela, Lobato, São Gonçalo do Retiro, Pirajá, Mirantes de Periperi, Calafate (Fazenda Grande do Retiro), Parque Tercal (Campinas de Pirajá), Buraco da Gia (Brotas), Santa Mônica e Narandiba.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.