Quinta, 25 de Julho de 2024
22°

Tempo nublado

Salvador, BA

Novidades Novidades:

Fresno dá contornos emo a "Disk Me", sucesso de Pabllo Vittar

Banda divulga o aguardado cover antes do show "Fresno convida Pabllo Vittar"

22/06/2024 às 01h40
Por: Miquel Souzza Fonte: Assessoria de Comunicação.
Compartilhe:
Reprodução / Imprensa.
Reprodução / Imprensa.

As diferentes vertentes sonoras sempre foram algo latente na história da Fresno. Resultado disso são músicas como “The Rhythm Of The Night”, regravação da banda italiana Corona; e o projeto INVentário, responsável por aquecer o público para a chegada do disco Vou Ter Que Me Virar (2021).

Em abril deste ano, a aguardada parceria entre o trio e Pabllo Vittar ganhou forma com a faixa “Eu Te Amo/ Eu Te Odeio (IO IO)” e, logo, os fãs lembraram da versão de “Disk Me", da Pabllo, criada durante uma das lives que Lucas Silveira (guitarra e voz), Vavo (guitarra) e Guerra (bateria) fizeram durante a pandemia. O grupo, então, propôs um desafio: se a canção recém-lançada alcançasse 1 milhão de streams no Spotify, eles liberariam o cover que estava na gaveta.

A meta foi batida no primeiro mês após a estreia. Agora, no dia 21 de junho, chega às plataformas de áudio a regravação do hit pop com alma emo (ouça aqui). “Disk Me" precede o show “Fresno convida Pabllo Vittar”, no Festival Turá, que acontece no dia 29 de junho, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo. 

“Eu acho que ‘Disk Me’ é a canção mais bonita da Pabllo, no sentido de trazer essa coisa bem melancólica que se conecta em alguns graus com a Fresno”, resume Lucas. “Nunca tínhamos encontrado uma ocasião perfeita para lançar, mas esse momento se concretizou agora, com o Turá e com ‘Eu Te Amo/ Eu Te Odeio (IO IO)’”, completa. A regravação mantém a essência da letra, mas, agora, mergulha nas influências da Fresno. “Sonoramente falando, trouxemos o single para um lado mais emo, mas mantendo aquela levada de sofrência que a faixa tem”, explica o vocalista. 

A reinterpretação de "Disk Me" não só celebra a tão esperada colaboração entre Fresno e Pabllo Vittar, mas também destaca a capacidade dos artistas de transcender gêneros. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.