Sexta, 21 de Junho de 2024
27°

Tempo limpo

Salvador, BA

Economia #Viva Salvador:

Operação Dia dos Namorados da Codecon segue até esta quarta (12)

O objetivo da ação é fiscalizar as condições de ofertas e identificar práticas abusivas de hotéis, lojas, floriculturas, sex shops, dentre outros estabelecimentos de diversos bairros de Salvador nos segmentos mais procurados neste período.

10/06/2024 às 21h48
Por: Miquel Souzza Fonte: Assessoria de Comunicação.
Compartilhe:
Reprodução / Imprensa. - Otávio Santos/Secom PMS
Reprodução / Imprensa. - Otávio Santos/Secom PMS
A Diretoria de Ações de Proteção e Defesa do Consumidor (Codecon), vinculada à Secretaria Municipal de Ordem Pública (Semop), segue com a Operação do Dia dos Namorados em Salvador até esta quarta-feira (12). Até o momento, já foram vistoriados 64 estabelecimentos, sendo quatro deles notificados por irregularidades como ausências de informação de validade, ausência de informação de preço, falta de higiene e inadequação da lixeira.
 
O objetivo da ação é fiscalizar as condições de ofertas e identificar práticas abusivas de hotéis, lojas, floriculturas, sex shops, dentre outros estabelecimentos de diversos bairros de Salvador nos segmentos mais procurados neste período.
 
Os agentes realizam um trabalho preventivo, verificando a presença do Código de Defesa do Consumidor (CDC), dos avisos sobre álcool para crianças, tabela de preços, informações sobre formas de pagamento aceitas, presença de gerador e extintor, alvarás, validade dos produtos, cumprimento de ofertas, condições higiênicas do local e dos alimentos armazenados, além de outros aspectos conforme as normas do CDC.
 
A diretora-geral da Codecon, Talita Vilarinho, explica que se a irregularidade encontrada for a primeira ocorrência e a infração considerada leve, o estabelecimento é notificado e tem o prazo de dez dias para fazer a regularização. Se o problema persistir ou a infração for recorrente ou grave, o estabelecimento é autuado e, posteriormente, uma multa é aplicada, podendo variar de R$900 a R$9 milhões.
 
A gestora também destaca a importância da população para o trabalho da Codecon e dá algumas orientações para os compradores. “Os consumidores atuam como fiscais dos seus próprios direitos. Recomendamos sempre verificar a política de troca da loja antes de comprar, certificando-se sobre os prazos e condições de trocas e devoluções, e comparar preços em diferentes lojas, pois assim o consumidor consegue encontrar a melhor oferta”, aconselha.
 
Denúncia – O consumidor que identificar uma prática abusiva pode acionar a Codecon através do site codecon.salvador.ba.gov.br, do Fala Salvador 156, do aplicativo Codecon Mobile ou comparecer presencialmente de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, à sede do órgão, na Rua Chile, 3, Centro.
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.