Domingo, 21 de Julho de 2024
23°

Parcialmente nublado

Salvador, BA

Agenda Cultural Agenda Cultural:

Primeira edição do Flipassé reúne comunidade escolar e transforma São Sebastião em uma cidade leitora

A cidade de São Sebastião do Passé está prestes a receber a primeira edição do evento literário "Flipassé - Narrativas que inspiram histórias contadas e não contadas". Com um foco especial na educação e na participação ativa da comunidade escolar, o Flipassé 2023 já está em andamento, tendo suas raízes plantadas nas escolas desde março deste ano.

06/11/2023 às 07h06
Por: Miquel Souzza Fonte: Assessoria de Comunicação.
Compartilhe:
Reprodução / Imprensa.
Reprodução / Imprensa.

O Flipassé tem se destacado com uma abordagem inovadora, não apenas convidando, mas fazendo dos alunos, professores, coordenadores e a comunidade local verdadeiros protagonistas da história literária. A proposta é transformar São Sebastião do Passé em uma cidade leitora, destacando o valor da leitura além dos muros escolares. O evento está previsto para acontecer nos dias 09,10 e 11 de novembro, reunindo pelo menos  33 escolas municipais e estaduais, bem como a presença de escolas privadas da cidade e dos distritos vizinhos.

“Estamos imensamente felizes com esse processo de construção, porque o evento é um evento que a gente vai conseguir visualizar o olhar, o desejo, o anseio, a interpretação, a compreensão de cada um dos nossos alunos, de todos os nossos segmentos e modalidades dentro de cada estação. Então isso provoca na gente uma sensação de comprometimento e de responsabilidade de toda a equipe da educação de São Sebastião do Passé, porque todos estão envolvidos. Inclusive, quando eu falo todos, é a comunidade escolar, são as famílias, porque esse processo de construção, de ir, de vir, de voltar, de contar a história dentro da escola, fora da escola, de produzir e de culminar até o dia 9, foi com a participação de todos”, destacou a secretária de educação, Heide Andrade. 

Nas várias estações do evento, divididas por períodos escolares e segmentos que discorreram entre saúde, agricultura e meio ambiente, artesanato e culinária, assistência social, e outros, estão previstas oficinas ministradas por alunos, professores e coordenadores. Além disso, o evento presta homenagem à renomada escritora local Jardilina de Oliveira, cuja família participou de uma roda de conversa emocionante. O público também poderá desfrutar de apresentações de diversas turmas.

Ambas as estações oferecerão materiais produzidos pelos alunos, como maquetes, textos, poemas, entre outros. A iniciativa visa mostrar que a literatura e a leitura têm um papel vital dentro e fora da escola, contribuindo para o desenvolvimento da comunidade. A curadora e escritora sebastianense, Márcia Mendes participou de todo o processo de construção do evento, sua proximidade com os alunos auxiliou no entrosamento dos mesmos com o universo literário. 

“O Flipassé emerge desse desejo de muita gente que sonhou e ajudou para que esse sonho fosse possível, e eu estou entre essas pessoas. Então assim, é uma sementinha pequena que está sendo jogada nesse terreno, nessa terra fértil que é São Sebastião do Passé, uma terra descendente de fortes e bravos, sim, que sabem, souberam e sabem viver e lutar, e lutar pelo direito de ler, porque toda criança, todo jovem, todo adulto, todo idoso tem esse direito de ler. E é nesse contexto mesmo que essa sementinha é jogada, a terra está sendo bem arada, e sabemos que irá florescer”, disse Márcia. 

O evento também reserva uma estação específica para a Associação Pestalozzi, que apresentará performances inclusivas com os alunos, incluindo capoeira. Escritoras que se dedicam a criar livros para pessoas com deficiência também estarão presentes. Além disso, para fomentar o senso de pertencimento, pelo menos 33 alunos dos anos finais estarão atuando como monitores nas feiras. 

 “Nós estamos fazendo história no município de São Sebastião. E trazendo essa temática, com essa narrativa, que é justamente para trazer a nossa comunidade as histórias que não nos foram contadas, as narrativas que nos esconderam e não trouxeram de fato para nós da forma que deveria ter sido passada, então isso é algo de muito orgulho e de muita felicidade”, salientou o professor e coordenador de projetos do Flipassé, Leonildo Gonçalves. 

A programação inicia às 18h30 da quinta-feira (09), já na sexta-feira (10) começa pontualmente às 8h com a última apresentação prevista para iniciar às 18h.  No sábado (11), último dia do Flipassé, o evento inicia às 9h30. Os detalhes da programação serão divulgados no Instagram oficial da prefeitura (@prefsaosebastiaodopasse).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.