Domingo, 21 de Julho de 2024
22°

Parcialmente nublado

Salvador, BA

Entretenimento Entretenimento:

A sensação do arrocha, Elvis Salgado - Romântico e Apaixonado

Com quatro álbuns, diversos sucessos e agenda cheia, cantor tem agenda movimentada

26/07/2023 às 12h26
Por: Miquel Souzza Fonte: Assessoria de Comunicação.
Compartilhe:
Reprodução / Imprensa.
Reprodução / Imprensa.

Cantor de timbre forte, presença de palco marcante e repertório romântico, Elvis Salgado vem trilhando uma trajetória de sucesso desde 2022, quando se lançou em carreira solo após quase uma década de carreira. Utilizando o seu próprio nome, elegeu o codinome “Romântico e Apaixonado”, que se tornou o bordão característico nas suas gravações e shows.

Em 2023, o artista atraiu investidores, que passaram a apostar em sua carreira. Logo, Elvis Salgado já se tornou uma febre na cidade onde mora, Camaçari-Ba, cantando o seu primeiro grande sucesso: “Seu Amor Foi Um Erro!”. A música conquistou público e crítica e atualmente está sendo tocada em todas as rádios do município, o consagrando como o melhor cantor de arrocha da história do lugar.

A repercussão tem sido tão ampla que o cantor foi convidado para se apresentar nos principais eventos musicais da cidade, como o Festival de Arembepe, a Noite da Sofrência, onde gravou seu CD ao vivo, além do Dale Forró das Antigas e Camaforró 2023, onde foi atração no palco principal .

 

Trajetória:

O sucesso de Elvis Salgado é resultado de anos de dedicação à música, iniciada ainda em sua infância. “Desde os 7 anos de idade, via minha mãe cantar no coral da igreja. Dentro de casa também ouvia artistas diversos, como Sérgio Reis, Reginaldo Rossi, Lulu Santos e o meu predileto, Djavan”, conta o artista, que começou a cantar aos 14 anos, no extinto Coral 28 de Setembro, em Camaçari.

“Posteriormente, fui para a Casa da Criança e do Adolescente a procura de aulas de violão, e, por acaso, entrei na sala de ensaios da Banda Escola, que já tinha revelado grandes artistas, como Denny Denam, da Timbalada”, revela o artista, que contou todo o tempo com o apoio da mãe, além do maestro Eudes Lindberg e do instrumentista e professor Sérgio Pitta, “pelos quais tenho enorme gratidão, pois foram os primeiros a me oportunizar cantar em público”, declara.

Ao longo de dez anos, Elvis fez parte de vários grupos de forró e arrocha na Bahia, como as bandas Vixe Maria Oxente, Cactus, Menina Fogosa, Zarabumbeia e Banda Barretos. Nesta última, gravou a música "Não botou fé", participação de Tayrone, que foi sucesso na Bahia em 2013 e 2014. Em toda sua trajetória teve uma certeza: a música estaria em sua vida. “Sempre amei ouvir músicas e cantar. O processo que me levou a ser artista foi meio que por osmose, pelo meio que passei a viver, então era muito requisitado por bandas para ser vocalista, em turnês de épocas festivas”.

Além do bordão “Romântico e Apaixonado”, Elvis Salgado também é conhecido como “O homem que maltrata” por conta do seu repertório de canções românticas. Já são quatro álbuns, dentre eles, um ao vivo. Em sua agenda já estão confirmados shows em Camaçari (29/07, 19/08 e 02/09), São Sebastião do Passé (12/08), Nova Soure (26/08), Acajutiba e Esplanada (16/09) e Entre Rios (22/09). Para acompanhar as demais datas e outras novidades do artista, basta seguir seu perfil no Instagram @elvissalgadooficial. 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.